A Securitização no Agronegócio é uma estrutura utilizada para converter direitos creditórios originários de negócios realizados entre produtores rurais relacionados a produção agrícola, qual gere uma promessa de pagamento em dinheiro, em titulo de credito nominativo passível de livre negociação CRA, tornando possível a venda do ativo a investidores do mercado de capitais.

O CRA é um instrumento que foi criado para fomentar o financiamento agrícola, é um título de crédito nominativo, de livre negociação, emitidos exclusivamente pelas companhias Securitizadoras, tais títulos são lastreados em direitos creditórios originários de negócios realizados por produtores rurais, cooperativas ou terceiros, inclusive empréstimos ou financiamentos relacionados a produção, processamento, comercialização, transformação, armazenamento, transporte, logística, distribuição ou industrialização de produtos/insumos agropecuários ou de máquinas e implementos utilizados na atividade agropecuária ou florestal, bem como seus subprodutos e resíduos de valor econômico, representativos de promessa de pagamento em espécie.

 

VANTAGENS PARA O CEDENTE

  • Liquidez para realização de novos investimentos;
  • Antecipação do fluxo para custos de produção;
  • Amortização de dívidas de curto prazo;
  • Melhoria no nível de liquidez;
  • Diversificação de fontes de recursos.

 

VANTAGENS PARA O INVESTIDOR

  • Regime Fiduciário – Segregação Patrimonial;
  • Participação de vários agentes dando transparência e confiabilidade;
  • Isenção de IR (para PF) e IOF;
  • Taxas de retorno atrativas do ponto de vista risco/retorno comparado aos tradicionais CDBs ou tesouro direto;
  • Previsibilidade de fluxo de caixa e amortização do título, ou seja, sabe previamente o fluxo de pagamentos que o título oferece.

 

Legislação: Lei 11.076/04